Teatroescola debate arte, educação e sociedade em Festival Online Gratuito

O Teatroescola realiza entre os dias 9 e 13 de setembro a primeira edição do Festival Educarte: Conexão, Educação e Arte. Realizado no canal do projeto no Youtube (https://www.youtube.com/channel/UCtUP-71Tfsk_Wjsr41QN4hA) e no perfil no Instagram (@teatroescola), o evento gratuito vai reunir artistas e especialistas em temáticas negras, indígenas e de gênero e sexualidade, em uma série de debates na rede. 

Os primeiros nomes confirmados são os das cantoras Mariene de Castro e Paula Lima e do cantor Lincoln Senna, em conversas sobre música. Naine Terena, Doutora em Educação pela PUC/SP e mestre em Arte Contemporânea pela UNB/DF, também vai marcar presença em um debate sobre a questão indígena no Brasil. A escritora, poeta, educadora e ativista cultural Neide Almeida é outro nome confirmado, em um bate-papo sobre literatura negra e ancestralidade. Ela é socióloga, mestre em Linguística e especialista em Gestão Cultural Contemporânea. A programação completa do festival será divulgada em breve.

A proposta é reunir especialistas e artistas com o objetivo de incentivar o pensamento crítico entre os  alunos e público interessado, explica o diretor do Teatroescola, Nell Araújo: “A ideia do Festival nasceu da vontade de apresentar um conteúdo qualificado para nossos alunos, em um momento em que o isolamento social ainda é necessário e por isso não estamos com aulas presenciais. A ideia cresceu e temos nomes muito importantes no debate cultural e social do país. Estamos estruturando uma programação rica de conteúdo e totalmente gratuita, que será aberta para qualquer um que tenha interesse nos assuntos”.

O Teatroescola funciona em Salvador e é um projeto de formação artística e cultural que desenvolve uma educação humanística e unificada com estudos específicos sobre arte e cultura, com destaque para a cultura afro-indígena brasileira. É a primeira escola artística desse viés na Bahia, voltada para jovens negros e estudantes de escola pública, com idade entre 14 e 24 anos, de diversas comunidades de Salvador.