Andrea Velame

Lifestyle, Wedding and Decor

08
ago

Grafitti de grife

Grafitar os muros de grandes cidades já não é coisa para amadores. Há tempos que artistas como Banksy espalham suas obras em locais como o bairro de Shoreditch, em Londres, visitado por turistas que querem ver os painéis. Mas para além das artes, o que se tem visto são murais gigantes com artes “assinadas” por grifes como a Gucci e Christian Louboutin.

E não é só em Londres que essa moda pegou. Muros de Nova York, Milão e Paris também seus paredões estampados desta forma. A ideia das grifes de luxo é ter um diálogo direto e impactante com o público mais jovem e – de quebra – viralizar nas redes sociais. Sem dúvida, uma mídia das boas.

Outra boa sacada foi não chamar grandes nomes das artes, e sim artistas de rua, como o pessoal do coletivo Graffiti King, que já fez murais para Calvin Klein, Nike, Adidas, Nokia, Sony e Google, entre outros.  

Além dos paredões, algumas marcas estão pagando por trabalhos em locais que só podem ser vistos do céu, como o que a Fendi fez com a Global Street Art Agency no rooftop de seu prédio em Roma. Os grafiteiros escreveram a palavra Futuro em seis línguas diferentes e a obra foi batizada de The Ring of The Future.