Andrea Velame

Lifestyle, Wedding and Decor

09
maio

Gastronomia baiana entre as melhores do país

fabricio e lisiane

Foi-se o tempo em que a comida produzida na Bahia se limitava ao dendê. Com todo respeito à nossa cozinha de origem, que é uma das mais ricas do país, mas soubemos caminhar na esteira do desenvolvimento da gastronomia mundial. Prova disso, são as seis indicações recebidas por restaurantes, e/ou chefs locais, ao prêmio de Melhores do Ano da mais importante publicação da atualidade neste segmento, a revista Prazeres da Mesa. O restaurante Origem, que foi criado há dois anos pelo chef Fabrício Lemos e por sua mulher Lisiane Araouca, levou três indicações: Restaurante do Ano,  Restaurante do Ano – Nordeste e Melhor Chef Pátissier para Arouca. Bom lembrar que o Origem é o único restaurante local a funcionar exclusivamente com menu degustação, no jantar. No quesito regional de melhor restaurante, outro indicado é o Amado, de Edinho Engel, que tem hoje no comando da cozinha o chef Ricardo Brito (ex-Al Mare). Para completar a diversidade e o poder da gastronomia local, a Bravo Hamburgueria, criada pelo chef Rafael Zacharias, e que hoje tem três unidades na cidade, foi indicado ao prêmio de Melhor Hamburguer do país. E pra confirmar que o dendê, embora não seja mais a estrela absoluta da cozinha baiana, continua sendo o maior ícone da comida local, o acarajé de Cira, que tem tabuleiros no Rio Vermelho e em Itapuã, foi indicado a Melhor Comida de Rua do Brasil. As indicações foram divulgadas na última terça-feira (8) e a votação está aberta no site da publicação (www.prazeresdamesa.com.br) até o próximo dia 28, quando os votos serão computados. Os vencedores serão apresentados no dia 15 de junho, data em que a revista completa 15 anos. Vá lá e dê seu voto. Vamos valorizar ainda mais os nossos talentos.edinho engel rafael

BAIANAS DE ACARAJÉ Na foto: Acarajé da cira Foto: Sebastião Bisneto I AG. ATARDE Data: 26 I 12 I 08