Andrea Velame

Lifestyle, Wedding and Decor

07
jan

Em busca do corpão + Cross Fit

980_1r20110814_valley_crossfit_0075

Um método de treinamento físico baseado na prática física dos fuzileiros americanos ganhou popularidade no Estados Unidos e agora diversas academias e estúdios estão utilizando-o. É o Cross Fit. E por que esse método ficou tão conhecido? Bom, um motivo pode ser porque muitos adeptos relatam ganho de massa muscular e diminuição do porcentual de gordura, o sonho de milhões de pessoas. Aliás, diversas celebridades o praticam, entre elas Jessica Biel, Kelly Clarkson, Brad Pitt e Cameron Diaz.

Infelizmente não há estudos disponíveis sobre esse método. Então fica difícil garantir que praticá-lo com regularidade trará de fato resultados efetivos. No entanto, ao analisar as aulas de Cross Fit eu posso dizer que essa modalidade tem realmente potencial para aumento de massa magra e diminuição da gordura corporal.

As aulas baseiam-se nos seguintes princípios:

– Alta intensidade: o conjunto de atividades é pesado, exaustivo. São sequências de saltos, flexões de braço e outros movimentos. E todos realizados de forma explosiva;

– Pausa curta: intervalos breves de descanso promovem uma elevação crescente da fadiga, do acúmulo de ácido lático. E tanta fadiga acumulada vem se mostrando um potente emagrecedor, mas este efeito somente ocorre nas horas que sucedem o treino. O corpo parece entender que houve um gasto de energia tão expressivo que passa a usar a gordura como fonte de energia e assim poupa o estoque de glicose que foi exaurido do organismo;

– Exercícios globais e com grandes grupos musculares: o método utiliza movimentos que recrutam grandes grupos musculares, em planos multiarticulares. Esta é uma receita muito boa para acelerar o gasto calórico, provocar o estímulo para aumento da sínteses de proteínas (hipertrofia) e deixar o metabolismo mais acelerado por mais horas ao longo do dia;

– Treinos de curta duração: o Cross Fit original consistia numa sequência de aproximadamente 20 minutos. Estudos defendem que as sessões de exercício devem ser curtas, para aumentar a liberação do GH e da testosterona (hormônios que provocam aumento da massa muscular e queima de gordura) e minimizar a produção de cortisol (hormônio que causa acúmulo de gordura e queima massa muscular – típico de quem passa várias horas na academia).

Para uma demonstração sobre o método, assista ao vídeo abaixo.

Com tantas vantagens, você pode suspeitar – e com razão – desse método.  Só tem vantagens???? Bem…, apesar de extremamente eficaz, o Cross Fit  impõe uma carga tão pesada de esforço sobre o corpo que oferece um alto risco de lesão. Nada é perfeito.

Então, essa prática funciona e é interessante, mas os que “sobreviverem” a ela poderão colher os frutos.

Por : Renato Dutra