Andrea Velame

Lifestyle, Wedding and Decor

22
mar

Terapeutas dão dicas sobre como conectar as relações em tempos de isolamento social

Em tempos de isolamento social por conta do Coronavírus, a saúdemental também precisa ser preservada. Para o terapeuta tântrico Jorge Mahaprabhu, que comanda o projeto TantrAmor ao lado da também terapeuta Satta Flor, é preciso ressignificar a crise. “Eu trabalho com saúde mental desde 2011 e aprendi que momentos em que o sofrimento é muito intenso, gera uma desestruturação na vida psíquica e social do indivíduo. Mas crise também é a oportunidade de desorganizar para organizar e de deixar de olhar para o próprio umbigo e pensar no coletivo”, convoca.

Neste momento, é preciso manter o equilíbrio individual e também do casal, quando se está em um relacionamento. Para Satta Flor, é possível usar a energia sexual para criar novas formas de conexão. “Energia sexual não é apenas sexo e masturbação. Ela, quando posta em ação, possibilita fazer do limão, uma limonada, afinal, é uma energia de materialização, de criatividade, de ‘tesão’ pela vida. É ela que tira todos nós da cama todo dia de manhã”, avalia.

Para a especialista, as restrições de contato físico não impedem que se pratique o sexo. “Se você está solteiro, continue nas paqueras, nos apps, nas conversas calientes. Se você está em uma relação, converse com seu par, fale sobre as suas fantasias, experimente sexo virtual, principalmente quando não mora junto, se masturbe diante do outro, leia um conto erótico, maratone o canal do @tantramor.terapias no YouTube”, lista as dicas. “Não deixe que o coronavírus seja uma desculpa para a desconexão das relações. Use as ferramentas que tem para fortalecer os laços com quem realmente importa, por enquanto à distância”, reforça Satta.